Recomendações para Acompanhantes Holandesas durante a Pandemia

Em muitos segmentos do comércio e serviços estão sendo criados protocolos com recomendações para reduzir o risco de propagação do coronavírus, mas e no ramo de acompanhantes existe alguma recomendação? O Eros Vip Club foi buscar essa resposta para você.

Acompanhe o nosso artigo para saber:

Vamos lá?

Acompanhantes Holandesas na Crise

Assim como em todo o mundo, na Holanda, as garotas de programa perderam sua principal fonte de renda por três meses e meio e, de forma geral, não tiveram acesso aos programas de apoio do estado durante a quarentena, não muito diferente do Brasil, não é? Nesse contexto, é uma ilusão achar que somente algumas acompanhantes continuam trabalhando. Diante desse problema todo, as garotas de programa Holandesas criaram uma lista de recomendações visando garantir que as profissionais do sexo possam exercer sua profissão de maneira segura e responsável, assim como outras profissões de contato.

Coronavírus

O coronavírus, não é um vírus sexualmente transmissível, mas a infecção ocorre através de gotículas pelas vias aéreas. Essas gotículas podem ser facilmente transportadas pelo ar, por exemplo, quando conversamos, por esse motivo, recomenda-se a distância de um metro e meio. Uma outra maneira de contaminação é pelo contato das mãos na boca ou nariz contaminados e transmissão pelo toque. Por esses motivos, aconselha-se não apertar as mãos e desinfetar os objetos tocados. O coronavírus pode sobreviver em papelão por 14 horas e até em plástico e aço inoxidável por até 3 dias sem desinfecção.

A Cartilha

A higiene já era importante para as garotas de programa antes da crise do coronavírus, e além disso, este não é o primeiro vírus que a indústria do sexo aprende a lidar. Mas a questão é como podemos fazer isso da melhor maneira? Então veja abaixo as rígidas recomendações da cartilha elaborada pelas garotas de programa Holandesas:

Geral

Lave as mãos regularmente com água e sabão, não toque no rosto, não aperte as mãos e ao tossir ou espirrar cubra o rosto com o cotovelo.

Antes do Atendimento

Antes que o serviço ocorra você deve fazer uma série de perguntas (veja as perguntas abaixo). Se uma dessas perguntas for respondida sim, então o atendimento deve ser adiado.

  1. Você teve algum dos seguintes sintomas nas últimas 24 horas? Resfriado, tosse, febre ou falta de ar?
  2. Você tem atualmente um companheiro de quarto/membro da família com febre ou falta de ar?
  3. Você já teve o coronavírus e foi diagnosticado (teste de laboratório) nos últimos 7 dias?
  4. Você teve contato nos últimos 14 dias com alguém diagnosticado com coronavírus e ainda com sintomas?
  5. Você está em quarentena porque teve contato direto com alguém infectado?

Durante o Atendimento

  • Sempre que possível, tente manter uma distância de um metro e meio para evitar o risco de contaminação. Lave bem as mãos antes de começar.
  • Evite atendimentos que não sejam individuais, ou seja, nada de oferecer serviços com alguma colega ou atender mais de um cliente simultaneamente.
  • Instrua inicialmente o cliente sobre as medidas para manter a maior distância sempre que possível e sobre quais serviços são ou não permitidos pelo protocolo.
  • Ao entrar, a temperatura do cliente será medida. Se a temperatura estiver acima de 38 graus, o serviço deve ser adiado. Se a temperatura estiver abaixo de 38 graus o cliente deve colocar a máscara.
  • Para pagamento, é recomendável, sempre que possível, evitar o pagamento com papel moeda, prefira os meios digitais.
  • São permitidos atos sexuais manuais com cliente, desde que as profissionais do sexo usem luvas de látex e o cliente use camisinha.
  • A prestação de serviços orais, como sexo oral ou beijo, coloca você e seu cliente em maior risco a transmissão do vírus e é proibida por esse motivo.
  • O sexo de fato só é permitido se o cliente usar camisinha e tanto o cliente quanto a profissional do sexo usarem máscara e luvas de látex para evitar contato direto com a pele. Para limitar ainda mais o risco de disseminação do vírus, são permitidas apenas posições com o menor contato possível. O “doggystyle” por exemplo é permitido, mas o “missionário” não.
  • Os brinquedos sexuais devem ser desinfetados antes e depois do uso.

Após o Atendimento

  • Descartar apropriadamente as luvas e máscaras do cliente e da acompanhante.
  • Trocar as roupas de cama
  • Desinfetar as superfícies tocadas pelo cliente como maçanetas e trilhos de escada

Conclusão

O que achou de todas essas medidas, muito extremas? Algumas no mínimo curiosas para a realidade brasileira. Quais dessas orientações você acha que podemos adotar aqui no Brasil? Você tem alguma sugestão de recomendação? Deixe seu comentário sobre o que achou das medidas de prevenção criadas pelas acompanhantes Holandesas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑